top of page

População participa de oficinas técnicas para construção do diagnóstico da RMC

As oficinas técnicas são parte integrantes do processo participativo no planejamento e elaboração do PDUI-RMC.


Fotografia de dezenas de pessoas debatendo sentadas em cadeiras, formando grupos.
A população metropolitana colaborou ativamente para a construção coletiva do diagnóstico da Região Metropolitana de Curitiba em seis eventos públicos. | Foto: Consórcio PDUI-RMC Sustentável

O Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de Curitiba (PDUI-RMC) deu um passo significativo para o planejamento e desenvolvimento sustentável da Região. A Agência de Assuntos Metropolitanos do Paraná (Amep) e as equipes técnicas do Consórcio PDUI-RMC Sustentável conduziram as primeiras oficinas técnicas com participação da população metropolitana junto ao processo de construção coletiva do diagnóstico da Região.


As equipes se encontraram com a população em seis eventos públicos realizados de 11 a 18 de dezembro, em cidades estrategicamente selecionadas para facilitar o acesso dos habitantes dos municípios metropolitanos. Nesta etapa, foram estabelecidos centros de atendimento com transmissão simultânea das atividades das oficinas técnicas em Curitiba (região Centro), Mandirituba (região Sul) e Rio Branco do Sul (região Norte).


"Agradecemos a todos pela adesão às atividades propostas e aos órgãos envolvidos, bem como às equipes que possibilitaram a realização desta importante ação voltada para a construção do diagnóstico da região metropolitana", afirmou Ruan Victor Amaral, representante da Amep.

PARTICIPAÇÃO – Durante as oficinas, os presentes integraram os grupos para participar de dinâmicas, contribuindo com sugestões e prioridades, além de possibilitar o compartilhamento de expectativas em relação à elaboração do PDUI. Com o apoio das equipes técnicas, os presentes nas oficinas formaram grupos de discussão sobre temas relacionados a questões metropolitanas.


Fotografia de uma pessoa anotando em um mapa.
Nas oficinas, os(as) participantes tiveram auxílio de fichas e mapas para espacializar seus apontamentos. | Foto: Consórcio PDUI-RMC Sustentável

Para cada dia, especialistas em diferentes áreas do planejamento urbano apresentaram os assuntos específicos priorizados no desenvolvimento deste PDUI. Foram repassadas informações e dados relativos ao Planejamento Territorial e Uso do Solo; Meio Ambiente e Recursos Hídricos; Mobilidade Metropolitana; Habitação de Interesse Social; Desenvolvimento Econômico e Turismo; e Desenvolvimento Social e Patrimônio Histórico.


A realização das oficinas permite criar o cenário panorâmico da região, retratado por meio de contribuições relatadas por quem vivencia a realidade metropolitana. A partir deste  diagnóstico, o PDUI avança para as etapas de elaboração de propostas, que também serão construídas com novas convocações da população para o processo participativo.


SOBRE O PDUI – O Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado é um instrumento legal de planejamento estabelecido pela Lei n.º 13.089/2015 — Estatuto da Metrópole. Seu objetivo é definir diretrizes, projetos e ações para orientar o desenvolvimento urbano das cidades, com a finalidade de reduzir desigualdades e melhorar as condições de vida da população metropolitana.


Para saber mais, acesse: www.pduirmc.com.br

Comentários


bottom of page